Existe racismo reverso?

Você certamente já ouviu alguém falar de racismo reverso. Ou escutou que um negro foi racista contra um branco, o que seria um caso de racismo reverso. No entanto, o que vou explicar neste vídeo é que não existe racismo reverso.




E não existe porque como já expliquei aqui em alguns vídeos sobre a questão racial, o racismo em si não está ligado exclusivamente ao ato isolado. Está incluindo em um contexto histórico. 


Contexto histórico do racismo

Foram pretos que vieram para serem escravizados aqui, foram pretos que tiveram sua cultura criminalizada, sua religião vilanizada e suas características físicas menosprezadas. 

São os pretos que tiveram o acesso a educação, a renda e a liberdade negados por séculos. 

Então quando um branco trata um preto como inferior ou nega um espaço a ele, está sendo racista. Agora, quando um preto faz o mesmo com um branco isso é uma tentativa de proteção, de conquista de um espaço, que excluiu pessoas como ele por tanto tempo.

Vou exemplificar para tornar isso mais fácil. 

Quando um branco vai produzir um filme e escolher somente pessoas brancas para interpretar e dirigir, ele está sendo racista. Talvez não seja nem algo intencional, disposto a de fato excluir pessoas negras, mas ele reproduz essa postura de excluir pessoas negras.

Quando um preto vai produzir um filme e escolher somente pessoas pretas para interpretar e dirigir, isso não é racismo, simplesmente pelo fato do seu objetivo é garantir visibilidade para outras pessoas pretas, que até hoje são minorias em papéis de protagonismo. 

Um outro exemplo, segundo um levantamento do vagas.com, de 2022, negros ocupam só 0,4% dos cargos de chefia. Isso significa que são apenas 4 para cada 1000 pessoas nesses postos.

Desta forma, é natural que se fale que o país precisa de mais pretos no topo. Afinal, são somente 4. Logo, isso não é racismo reverso. 

Enquanto você querer reduzir este número tão baixo, exigindo mais brancos, não faz sentido a não ser uma clara discriminação. 

E por favor não me venham com essa de não enxerga cor ou de “ai tentam estimular uma guerra racial”, pois isso é frase de quem está em uma posição privilegiada. 

É preciso sim reduzir a desigualdade racial. É preciso sim que mais pretos estejam em posição de destaque e isso não vai acontecer ignorando que existe um racismo na estrutura da nossa sociedade. 


Que existe um racismo e não racismo reverso.


Veja também: