União São João: O clube-empresa que sumiu

Este artigo é da série sumiram do mapa e conta a história do União São João de Araras, que foi o primeiro clube empresa do Brasil. 

A história do União São João começa em 1953, quando Hermínio e João Ometto fundam a Sociedade Esportiva e Recreativa Usina São João. Porém, a participação em torneios profissionais dura menos de uma década.

A volta ao profissionalismo só acontece em 1981, desta vez já como União São João Esporte Clube, pois a lei não permitia nomes de empresas em equipes de futebol.

Foram então sete anos disputando as divisões inferiores do futebol paulista até chegar a elite do estadual em 1988. Neste mesmo ano, o União São João inaugura o Estádio Hermínio Ometto.

O auge do União São João

Em 1992, o União São João consegue dois feitos extraordinários. O primeiro foi a conquista do acesso para a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro e a segunda é que pela primeira vez, o clube teve um jogador convocado para a seleção brasileira. Tratava-se de um nome que ficaria muito conhecido, o lateral-esquerdo Roberto Carlos, que depois se destacaria no Palmeiras, Real Madrid e seria campeão mundial em 2002.

O clube ficaria na Série A por três temporadas, e não chegou a fazer feio não. No ano de estreia ficou em 3º lugar no Grupo D. Por apenas um ponto não avançou para os playoffs do Brasileirão.

Já em 1994 teve dificuldades e acabou rebaixado em 1995, ao terminar em último lugar.

Neste período veio a primeira crise, após o falecimento de Gilberto Ometto, um dos proprietários do clube, em 1994. A saída foi a compra do União por José Mario Pavan e Iko Martins, que transformam o União São João no primeiro clube-empresa do Brasil.  

A recuperação até foi rápida e em 1996 é campeão da Série B e retorna a elite nacional e conquista também o Campeonato Paulista Sub-20.

Porém, em 1997 vem um novo rebaixamento e desta vez o último. Nunca mais o União conseguiria retornar a Série A do Brasileirão.

 Ainda assim foram cerca de 6 anos em um nível intermediário do futebol brasileiro. O clube fazia campanhas modestas se mantendo na Segundona, chega a vencer novamente o Sub-20 do estadual em 2001 e fica com o vice-campeonato do Paulista em 2002, perdendo para o Ituano. Porém, vale destacar que neste estadual nove clubes, incluindo todos os grandes, não participaram da disputa pois jogaram um Rio-São Paulo inchado.

O fim do União São João

Só que em 2003 vem o começo do fim. O União São João é rebaixado para a Série C do Brasileirão. A situação quase se repete no estadual de 2004, quando o clube só consegue conquistar um ponto, mas escapa da queda com a punição do Oeste, que perdeu 12 pontos.

Só que em 2005 não deu para fugir do rebaixamento e o União ficava de fora da elite do estadual depois de18 anos.

Em 2012 ocorre um novo rebaixamento, para a terceirona do Paulista e em 2013 cai para a quarta do estadual.

Com graves problemas financeiros, com uma dívida que gira em torno de R$ 15 milhões e sem conseguir atrair investidores, o União São João de Araras acabou se afastando do futebol em 2015.


Postar um comentário

0 Comentários