O medo de Bial e da Globo de Lula vencer

Apresentador da Globo afirmou que só entrevistaria Lula com polígrafo

O grande assunto das redes sociais nesta quinta-feira (15/04) foi a fala de Pedro Bial sobre uma possível entrevista com o ex-Presidente Lula. Um comentário que deixa claro como ao menos na Globo o medo do petista vencer supera a necessidade de derrotar o bolsonarismo e até mesmo da existência de um jornalismo imparcial.

Bial ataca Lula

O apresentador disse em entrevista ao Manhattan Connection (sim, aquele programa que defende menos presença do Estado, mas só existe porque é sustentado pelo Governo de São Paulo) que Lula só poderia fazer uma entrevista com ele se tivesse um polígrafo acompanhando todas as falas do ex-Presidente" Sim, o mesmo Bial que já recebeu Olavo de Carvalho, Moro e Damares, por exemplo.



Globo tenta silenciar PT

Aqui não faço nenhuma crítica ao jornalismo exatamente. Trata-se de um setor fundamental para um país funcionar, desde que ele atue de maneira imparcial. Algo que defendo até por também sou jornalista.

Porém, é notório como a Globo e até mesmo outros veículos grandes tentam silenciar o PT. Goste ou não, estamos falando de um partido que governou o país por 13 anos e meio, entre 2003 e abril de 2016.

Portanto, tanto os ex-Presidentes Lula e Dilma, quanto os ministros dessas gestões precisavam ser ouvidos. No entanto, não é o que acontece. Mesmo vivendo uma Pandemia, os ex-ministros da saúde não foram ouvidos. Assim como quando ocorreram polêmicas relacionadas as universidades e as escolas, os da educação não foram chamados. E nenhum outro.

Lula e Dilma então sequer foram convidados para uma entrevista, enquanto diversos adversários políticos de direita são figuras carimbadas em diversas programações.

Tudo isso indica um grande medo da alta cúpula desses veículos de verem esses nomes tendo espaço para falar, pois sabem que se o povo ouvi-los a chance da esquerda retornar ao poder é enorme.

Leia mais: Lula abre vantagem sobre Bolsonaro em pesquisa

Imprensa com participação no caos

É importante deixar claro que assim como o judiciário, a grande imprensa tem total responsabilidade na situação que vivemos hoje no Brasil. Embora existam muitos jornalistas competentes, a alta cúpula das emissoras e dos jornais por anos ignoram a perseguição judiciária que já vem sendo relatada em diversos veículos do exterior. Assim como fizeram com o golpe de 2016 que ocorria por interesses financeiros de alguns setores.

Pelo visto, ao menos alguns veículos de imprensa preferem continuar com um Bolsonarismo do que ver Lula e o PT novamente no poder trazendo um projeto popular.

Leia mais: Lula x Lava Jato: Da denúncia até o cancelamento da condenação

Postar um comentário

0 Comentários