Surgimento de Nazismo


Muitos se perguntam como a Alemanha permitiu a ascensão de Hitler e o nazismo, mesmo vendo políticos pelo Mundo hoje em dia sendo eleitos também com ideais fascistas. Abaixo você vai conferir como isso foi possível.

O principal motivador para apoiarem Hitler era a crise econômica que o país vivia. Como publicou uma vez o escritor Mia Couto, “em tempos de terror, escolhemos monstros para nos proteger” e foi assim que aconteceu na Alemanha. O país chegou a ter 44% de desempregados. Hitler então prometeu zerar o emprego, e incentivar à indústria de bens de consumo, com o objetivo também de aumentar a autoestima do povo.

A inflação também era assustadora, chegando a bilhões de % ao ano. Era de 20,9% por dia. Basicamente se um dia o pão custava cinco marcos, no dia seguinte já havia saltado para seis. O câmbio estava desvalorizado, com 1 dólar valendo 5 milhões de marcos e Produção industrial havia caído 57%, e a agrícola 50%. Para piorar, explode a Crise de 29, que afetou todos os países do Mundo e mergulhou a Alemanha a pobreza, fome e miséria.

Nacionalismo


Hitler então trouxe a ideia de que os problemas alemães se davam a inimigos internacionais, valorizando o nacionalismo. Desta forma, todos que não fossem arianos puros, eram responsáveis pela crise do país, seja por roubar a riqueza da Alemanha ou enfraquece-la. A ideia foi tão aceita pela população, que no início, muitos cidadãos colaboraram com a perseguição a judeus e comunistas.


Democracia

Hitler também conseguiu convencer a população que a democracia enfraquecia o país, lembrando do Tratado de Versalhes, acordo que a República havia assinado após a Guerra e que impôs péssimas condições a Alemanha. Com isso, muitos no país já eram favoráveis a regimes autoritários e conseguiram convencer mais uma parcela da população.

Chega ao poder

Os nazistas, liderados por Hitler, então foram conquistando cada vez mais espaço no Parlamento. A primeira aparição do partido foi em 1924, com 32 cadeiras. Este número saltou para 288 em 1933, o que representava cerca de 44% dos assentos.

Em 1933, Hitler então é nomeado Chanceler pelo Presidente da época. Imediatamente ele passou a fazer decretos o dando mais poder. No ano seguinte o Presidente morre e Hitler assume todo o poder do governo da Alemanha, assumindo o III Reich.

Apoio estrangeiro


Outro ponto importante é que Hitler só ficou no poder porque contou com apoio internacional. Isso porque basta ver que ele passou a ter poderes absolutos em 1934 e a Guerra só foi começar em 1939 e com ataque dos alemães. 

Ao longo de cinco anos, franceses, britânicos e até norte-americanos toleram suas atrocidades, que já eram conhecidas por boa parte do Mundo, e inclusive disputaram uma Olimpíada em território nazista. Afinal, Hitler já havia escrito um livro com todos os objetivos ao chegar ao poder. É quase que bancar a surpresa vendo o despreparo e o desprezo a Democracia do Presidente do Brasil atualmente se tudo o que hoje ele faz está registrado em falas do passado.


Só que todas as potências da época toleravam isso porque entendiam que o nazismo era uma barreira para a expansão do Comunismo da União Soviética. Qualquer semelhança com a ascensão do fascismo no Brasil atualmente não é mera coincidência.

Mais sobre política
Vejam também